X
Área Privada

Actualidade Grupo EMB

O Grupo EMB comercializa com exclusividade em Espanha e Portugal a nova tecnologia Plasmajet para a cirurgia da endometriose Versão para impressão Enviar por E-mail
O Hospital Dexeus de Barcelona aplicou pela primeira vez em Espanha uma nova tecnologia menos agressiva para a cirurgia da endometriose, que permite uma melhor preservação da função ovárica das pacientes.

Segundo explicou o Dr. Pere Barri, coordenador da Secção Cirúrgica e responável pela Unidade de Endometriose de “Dexeus Mujer”, e do Departamento de Obstetrícia, Ginecologia e Reprodução do Hospital Dexeus, a nova técnica baseia-se no uso de um tipo de gás inerte que destrói os tecidos patológicos vaporizando-os, sem danificar as estructuras adjacentes.

"A cirurgia deste tipo de endometriose é um dos maiores desafios cirúrgicos da Ginecologia, já que frequentemente ficam afectados orgãos do sistema digestivo, urinário ou inclusivé nervoso, e quando afecta os ovários pode diminuir a sua função reprodutiva", detalhou o Dr. Barri.

O ginecologista assegurou que a nova tecnologia permite respeitar mais o ovário saudável," que é a chave nestes casos, já que a maioria das afectadas são mulheres menores de 40 anos".

De facto, entre 30 a 50% das mulheres com endometriose têm problemas de fertilidade, um valor que aumenta com o atraso da idade da maternidade.

Actualmente, calcula-se que em Espanha há um milhão de mulheres afectadas por esta patologia e mais de 200 millões em todo o mundo.

A nova tecnologia denominada PlasmaJet e desenvolvida pela Plasma Surgical, Inc. é um sistema comercializado com exclusividade pelo Grupo EMB em Espanha e Portugal e, segundo indica o Dr. Barri, demonstrou "ser mais segura e versátil que o láser e outras tecnologias electrocirúrgicas, além de garantir uma taxa mais baixa de recorrências".

Para mais informações: http://www.elmundo.es/cataluna/2018/03/12/5aa699fbe2704ed73f8b470b.html